Vouchers para acesso a rede wi-fi Portal do Aluno / Portal do professor / Rh On-Line WebMail Fafit Biblioteca On-Line
Graduação - Licenciatura em História

Página principal | Graduação | Licenciatura em História | Estágio Supervisionado

O estágio de 400 horas compreenderá etapas que deverão ser desenvolvidas nas escolas públicas ou particulares de Ensino Fundamental e Médio.

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE HISTÓRIA

TÍTULO I
ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE HISTÓRIA

ART. 1º O estágio curricular caracteriza-se como um conjunto de atividades realizadas sob responsabilidade direta da supervisão de estágio do Curso de História, que integram o currículo de graduação respectivo e que contribuem na formação acadêmica e profissional do estudante.

CAPÍTULO I
PRINCÍPIOS E DIRETRIZES

ART. 2º Metodologia e Prática de Ensino de História e Estágio Supervisionado são contempladas na matriz curricular do Curso de História, conforme as exigências da legislação federal.

ART.3º O estágio curricular orienta-se para:
I   - vinculação entre ensino, pesquisa e extensão;
II  - elaboração do conhecimento histórico;
III - instrumentalização do acadêmico para aplicação de conhecimentos.

CAPÍTULO II
OBJETIVOS

ART. 4º O estágio curricular de Licenciatura tem como objetivo geral possibilitar que o estagiário vivencie situações de Ensino Fundamental e Ensino Médio que contribuam para:
I - formação de atitudes;
II - aplicação de conhecimentos;
III - desenvolvimento de habilidades necessárias à prática educativa e profissional.

ART. 5º O estágio curricular de Licenciatura tem, ainda, como objetivos específicos contribuir para:
I - caracterização da realidade educacional dos campos de estágio;
II - planejamento, execução e avaliação do processo ensino-aprendizagem de cada área;
III - avaliação das atividades de Prática de Ensino.

TÍTULO II
ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E DIDÁTICA

CAPÍTULO I
ATRIBUIÇÕES DO SUPERVISOR DE ESTÁGIO

ART. 6º O Supervisor de Estágio Curricular do Curso de História é nomeado pelo coordenador do curso de História
ART. 7º Além do previsto no Regulamento Geral dos Estágios Curriculares são atribuições do Coordenador de estágio:
I - garantir junto às Faculdades Integradas de Itararé, as condições para a realização do estágio;
II - providenciar a confecção e distribuição de materiais de estágio;
III - apresentar aos professores orientadores a relação nominal dos estagiários matriculados com tempo suficiente para que seja elaborada a programação anual de estágio;
IV - contatar os estabelecimentos onde se desenvolverá a prática de estágio;
V - coordenar reuniões regulares com os orientadores para discussão das atividades inerentes ao estágio (ou atividade acadêmica obrigatória);
VI - compor, como membro nato, o Colegiado do Curso de História;
VII - participar de reuniões com a supervisão e/ou coordenação de estágio do(s) colégio(s) onde se desenvolve o estágio curricular da Licenciatura em História.

ART.8º A relação entre o número de estagiários e regime de trabalho obedece o critério de meia hora/aula por estagiário.

CAPÍTULO II
CARGA HORÁRIA

ART. 9º. A carga horária teórica e prática do estágio é prevista na matriz curricular do Curso de História.
§1º A carga horária destinada à prática, a critério de cada Coordenador e supervisor de estágio, é distribuída entre as atividades de observação, participação, orientação, planejamento, regência ou execução de projeto de ensino e atividades extraclasse.
§2º No mínimo 50% (cinqüenta por cento) da carga horária prática do estágio é realizada em atuação direta com alunos de Ensino Fundamental e Ensino Médio.

CAPÍTULO III
CAMPOS DE ESTÁGIO

ART.10. A Prática de Ensino é realizada nas escolas conveniadas da própria comunidade, sob a forma de estágio supervisionado, realizadas no Ensino Fundamental e Ensino Médio.

CAPÍTULO IV
ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS

ART.12. Consideram-se atividades próprias de estágio:
I -  observação do contexto sócio-histórico da escola;
II - observação das aulas;
III - participação das aulas;
IV - planejamento de regência ou elaboração de projeto de ensino;
V - orientação extraclasse para elaboração do plano de aula ou projeto de ensino;
IV - regência de classe ou execução de projeto de ensino;
V - atividades extraclasse.

§1º Entende-se por observação da escola, atividades nas quais o estagiário toma conhecimento da estrutura, funcionamento e recursos, bem como da clientela da escola na qual realiza o estágio.
§2º Entende-se por observação de aula, atividades nas quais o estagiário presencia a atuação didático-pedagógica do professor regente anotando as diversas características dessa atuação.
§3º Entende-se por participação nas aulas as atividades nas quais o estagiário atua juntamente com o professor titular em trabalhos de sala de aula como:
I  -  exposição de assuntos à classe;
II - estudos dirigidos;
III - orientação de grupos de estudos;
IV - direção e participação em discussões, debates, pesquisas;
V  -  aplicação de testes, exercícios, provas;
VI - outras atividades apropriadas, desde que sugeridas e/ou autorizadas pelo professor da turma.
§4º Entende-se por regência de classe e projeto de ensino a atividade em que o estagiário ministra aulas na turma em que está estagiando.
§5º Entende-se por atividades extraclasse:
I - planejamento geral do estágio e da regência de classe ou elaboração de projeto de ensino;
II - elaboração de questões de avaliação;
III - verificação e correção de trabalhos;
IV - confecção de material didático;
V - planejamento e direção de visitas, excursões, concursos, festivais, exposições, maratonas, clubes, jornais, jograis e outras atividades apropriadas, desde que autorizadas pelo supervisor de estágio;
VI - atividades de treinamento com os próprios colegas sob a orientação e direção do professor de metodologia.

ART.12. Qualquer atividade somente é computada como hora de estágio realizado se previamente autorizada pelo professor de Metodologia e Prática de Ensino ou pelo professor supervisor de estágio;

Parágrafo único – A realização de qualquer outro trabalho alheio à atividade de estágio, durante seu desenvolvimento, implica na anulação da atividade em questão.

CAPÍTULO V
FORMAS DE SUPERVISÃO

ART. 13. A orientação das atividades desenvolvidas nos campos de estágio caracteriza-se como “supervisão direta”, através do acompanhamento contínuo e direto de todo o processo.

CAPÍTULO VI
ATRIBUIÇÕES DO ORIENTADOR DE ESTÁGIO

ART. 14. Cabe ao orientador de estágio:
I  -  orientar o estagiário sobre os mecanismos das atividades de estágio;
II – acompanhar o estagiário no local de realização do mesmo;
III - discutir o desempenho do acadêmico-estagiário com o professor coordenador;
IV - avaliar o estagiário quanto ao planejamento em sala de aula e relatório das atividades desenvolvidas;
V - avaliar o desempenho do estagiário de registros, observações e acompanhamento.

CAPÍTULO VII
ATRIBUIÇÕES DO ESTAGIÁRIO

ART. 15. São atribuições do estagiário:
I - registrar todas as atividades de estágio prevista neste regulamento;
II - entregar ao supervisor, ao final das atividades de estágio, relatório previsto neste Regulamento;
III - informar-se junto ao professor supervisor, de todas as atividades desenvolvidas para o cumprimento integral do estágio;
IV - comprovar a realização das atividades de observação, participação e direção de classe, através do preenchimento de ficha de freqüência assinada pelo professor titular da classe e/ou pelo professor supervisor de estágio;
V - apresentar, em prazo fixado pelo coordenador de estágio, o planejamento de conteúdo e das atividades didáticas ao supervisor de estágio, para análise e acompanhamento;
VI – assumir a regência de classe na presença do supervisor de estágio no Ensino Fundamental e Ensino Médio.

CAPÍTULO VIII
CRITÉRIOS E METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO

ART.16. A avaliação da teoria e da prática nas disciplinas da grade curricular do curso de História referentes à Metodologia e Prática de Ensino é realizada pela média aritmética de no mínimo quatro notas, resultantes de provas, trabalhos e atividades práticas de estágio.
Parágrafo único. A aprovação ou reprovação do estagiário corresponde à média final das notas conferidas pelos três integrantes da banca.

CAPÍTULO IX
ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO

ART. 17. O estagiário, ao final das suas atividades, em data marcada pela coordenação de estágio, apresenta ao seu supervisor, relatório de atividades contemplando no mínimo, referencial teórico, bibliografia consultada, estratégias utilizadas, descrição, observações gerais, cópias dos planos de unidade e de aula, dos exercícios propostos e modelos dos materiais didáticos utilizados.

TÍTULO III
DISPOSIÇÕES GERAIS

ART. 18. Os casos omissos neste Regulamento são resolvidos pela Supervisão do Estágio, ouvidos os professores de Metodologia e Prática de Ensino e Orientadores de Estágio, mediante documento escrito da parte interessada.
§1º Inexistindo acordo entre as partes envolvidas os casos são remetidos ao Colegiado de Curso e, persistindo o desacordo, são remetidos ao CONSEPE para deliberação.
§2º Durante o período de estágio, o estagiário, fica coberto, obrigatoriamente, por apólice de seguro, contra risco de acidentes pessoais, fornecida pelas Faculdades Integradas de Itararé

Cronograma
4º Semestre 120h

Etapas            Horas (sugestão) Prazo entrega
1ª Entrevista com docentes da área de História 10h Quinzena final do 2º bimestre letivo
2ª Análise de livros didáticos 20h
3ª Análise de 7 planos de ensino (EF e EM) 40h
4ª  Elaboração de dois projetos direcionados à interação, em âmbito comunitário, envolvendo atividades com a História      20h
5ª Aplicação dos projetos e relatórios das etapas do processo (análise dos objetivos atingidos, reação dos participantes, alterações necessárias, obstáculos...) 30h

5ª Semestre - 130h

Etapas            Horas (sugestão) Prazo entrega
1ª Observação de 10 aulas de História - (EF) 30h Quinzena final do 2º bimestre letivo
2ª Regência de classe em História (EF) 60h
3ª - Relatório das observações e planos de aula das regências 40h

6ª Semestre - 150h

Etapas            Horas (sugestão) Prazo entrega
Etapas Horas (sugestão) Prazo entrega
1ª Observação de 10 aulas de História  (EM) 40h Quinzena final do 2º bimestre letivo
2ª Regência de classe em História (EM) 70h
3ª Relatório das observações e planos de aula das regência 40h
Faculdades Integradas de Itararé - Fafit

Sociedade Itarareense de Ensino

Rua: João Batista Veiga, 1725 - CEP: 18460-000 - Itararé(SP)

Tel.: (0xx15) 3531-8484 Fax:(0xx15) 3531-8484

Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI)